Projeto social de gastronomia mobiliza para atender 250 famílias em situação de risco

O projeto Chef Aprediz tem como meta arrecadar R$ 25 mil para auxílio emergencial nas comunidades de Paraisópolis, Campo Limpo, Glicério, Jardim Colombo, Valo Velho e Capão Redondo.



O projeto Chef Aprendiz, que ensina gastronomia gratuitamente a jovens em situação de vulnerabilidade social, se uniu a ONGs das seis comunidades por onde já passou (Paraisópolis, Campo Limpo, Glicério, Jardim Colombo, Valo Velho e Capão Redondo), início uma captação para apoio a 250 famílias em estado de necessidade emergencial.


Uma página na internet foi criada exclusivamente à captação de R$ 25.000, que serão usados para a compra de itens essenciais às famílias já cadastradas, como alimentos, produtos de higiene e limpeza, fraldas e leite.


Beatriz Mansberger, criadora do projeto, optou por abrir uma mobilização excepcional no período da quarentena para arrecadar fundos para apoiar famílias das seis comunidades já atendidas pelo projeto. “Desde 2015, o Chef Aprendiz acredita na sinergia criada por indivíduos organizados. Entendemos que, assim como em diversos momentos da nossa história, podemos provocar mudanças positivas e unir forças para contribuirmos, cada um com um pouquinho, com pessoas, com uma família nas comunidades nas quais atuamos”, explica Beatriz.


“Fizemos então um mapeamento junto às ONGs parceiras, identificamos o que é mais emergencial neste momento e entendemos que podemos atender 250 famílias arrecadando 25 mil reais” completa.


PARA DOAR


A doação, de qualquer valor, pode ser feita diretamente via transferência bancária, para a conta do projeto – ideal por não cobrar taxa de operação:


FADARIS – INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO, EDUCAÇÃO E CIDADANIA

CNPJ: 28.098.823/0001-10

BANCO ITAÚ – AG: 0192 / CC: 91510-6


E também pode ser feita via paypal ou cartão de crédito, com muita facilidade por meio do site https://www.chefaprendiz.com.br


SOBRE O CHEF APRENDIZ


Sucesso de audiência no mundo todo, o programa Masterchef inspirou jovens de Paraisópolis a serem chefs de cozinha. Fruto de conversa com jovens da comunidade, a estudante de Gestão de Políticas Públicas Beatriz Mansberger, então com 22 anos, elaborou o projeto para atender ao desejo deles de entender e vivenciar experiências na área gastronômica. Batizado de Chef Aprendiz Paraisópolis, o projeto piloto, angariou R$ 37.980 em financiamento coletivo e, em 2015, atendeu a 14 jovens em situação de vulnerabilidade social. Ao final do curso, os alunos participaram de uma competição onde cozinharam um menu completo, com uma verba de R$ 250 para cada grupo, que foi avaliado por um júri composto por empresários da área gastronômica, potenciais contratantes e investidores. O Chef Aprendiz celebra em 2020 seis comunidades impactadas, 89 jovens formados e mais de 50% deles empregados.


Com informações da assessoria

DICAS DE CATHA CASTRO!

#1 

Catha é pernamboana (uma pernambucana criada em Alagoas).

#2

Catha come hambúguer pelo menos uma vez por semana rs!

 

#3

Catha adora despertar com cheirinho de café...

© 2016 - Catha Castro - Mallerba Comunicação

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now